Ouvidoria
Acesso à Informação Acesso à Informação
Portal da Transparência Portal da Transparência
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade

Notícias

Pela primeira vez gestor do município é reconhecido como Prefeito Amigo da Criança


Publicado em: 01/07/2020 20:04 | Fonte/Agência: Prefeitura de Prudentópolis | Autor: Prefeitura de Prudentópolis

 

 

O Programa Prefeito Amigo da Criança é uma iniciativa da Fundação Abrinq criada em 1996, com o intuito de mobilizar, engajar e apoiar tecnicamente os gestores públicos e suas equipes no planejamento e na implementação de ações e políticas que resultem em avanços na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. O programa cobre, em cada edição, um período de quatro anos, correspondente a uma gestão municipal. 

Os princípios do Programa Prefeito Amigo da Criança, podem ser utilizados a qualquer tempo, em qualquer município brasileiro e dependem, fundamentalmente, da vontade política dos gestores e da capacidade dos municípios em constituir redes de enfrentamento que priorizem a infância e adolescência.

De acordo com o Observatório da Criança e do Adolescente (2019) 16.801 crianças e adolescentes vivem em Prudentópolis. O Prefeito Adelmo assinou o termo de adesão ao Programa Prefeito Amigo da Criança no dia 04/04/2017. 
Sua adesão representa a primeira vez que a gestão municipal de Prudentópolis participa do programa e a primeira vez que um gestor do município é reconhecido como Prefeito Amigo da Criança.

O PRÊMIO:
A premiação reconhece os governantes locais que se dedicaram e cumpriram todas as etapas propostas ao longo dos quatro anos de gestão, alcançando as metas estipuladas pela Fundação Abrinq. Assim, os prefeitos e prefeitas que desenvolveram políticas voltadas às crianças e aos adolescentes e contribuíram para a melhoria de indicadores importantes para este público recebem o reconhecimento pleno de Prefeito Amigo da Criança.

DESTAQUES: 
- Aumento de 5,84 pontos percentuais na cobertura de vacinas em menores de 1 ano. De 78,37%, em 2016, para 84,21%, em 2019.
- Redução de 6,5 pontos na média de alunos por turma nas creches da rede municipal. De 14,7 alunos por turma, em 2016, para 8,2, em 2019.
- Todos os docentes de creches públicas municipais com ensino superior completo em 2019.
- Aumento de 10,4 pontos percentuais na taxa de matrículas na Educação Infantil (etapa creche). De 19,9%, em 2016, para 30,3%, em 2019.
- Aumento de 14,8 pontos no percentual de nascidos vivos cujas mães fizeram 7 ou mais consultas pré-natal. De 71,8%, em 2016, para 86,6%, em 2019.