Notícias

Prudentópolis receberá a construção do condomínio do idoso e famílias da Vila Santana serão beneficiadas com a requalifi


Publicado em: 06/08/2018 14:10 | Fonte/Agência: prefeitura | Autor: prefeitura

 

Prudentópolis receberá a construção do condomínio do idoso e famílias da Vila Santana serão beneficiadas com a requalificação urbana.

 

MORADIA DIGNA
Prudentópolis receberá a construção do condomínio do idoso e famílias da Vila Santana serão beneficiadas com a requalificação urbana.

Imóveis se dividem em dois projetos distintos para o atendimento de famílias carentes e idosos do município, na região Centro-Sul do Paraná. Investimentos chegam a R$ 12 milhões.

A cidade de Prudentópolis, na região Centro-Sul do Paraná, receberá a construção de mais dois empreendimentos habitacionais voltados ao atendimento da população. Os anúncios foram feitos nesta sexta-feira (3) por representantes da Cohapar e prefeitura, parceiros na viabilização dos projetos, que somam quase R$ 12 milhões.

O maior conjunto é composto por 76 moradias e atenderá famílias de baixa renda que já são cadastrados em outros projetos de assistência social na cidade. Além da construção das novas unidades, também estão previstas a reforma de 12 imóveis em condições degradadas e obras de infraestrutura e urbanização de uma região onde residem 89 famílias.

Os recursos, estimados em aproximadamente R$ 7 milhões, são oriundos de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e serão usados na contratação de uma construtora para a execução das obras. Com os subsídios aplicados no projeto, o público atendido está isento de qualquer cobrança pelo serviço.

A empresa será definida com base em um processo licitatório aberto pela Cohapar e que será finalizado em 31 de agosto. “Após a abertura das propostas, a construtora vencedora terá quatro meses para conclusão das obras”, informa o presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus.

CONDOMÍNIO DO IDOSO– O outro projeto prevê a construção de um condomínio para cidadãos idosos de Prudentópolis, orçado em R$ 5 milhões. Serão 40 moradias, além de outras estruturas complementares, como espaços de atenção à saúde, acompanhamento social e lazer, cuja manutenção será feita em conjunto com técnicos municipais.

Poderão participar do processo pessoas solteiras ou casais com mais de 60 anos que possuam renda entre um e seis salários mínimos. “O cadastramento e seleção serão feitos pelas equipes da Cohapar e prefeitura, com o intuito de dar prioridade para aqueles que mais precisam deste apoio”, relata o prefeito de Prudentópolis, Adelmo Klosowski.