Notícias

PÁSCOA UCRANIANA: TRADIÇÃO E RELIGIOSIDADE QUE ATRAVESSAM GERAÇÕES


Publicado em: 02/04/2018 10:48 | Fonte/Agência: prefeitura | Autor: prefeitura

 

PÁSCOA UCRANIANA: TRADIÇÃO E RELIGIOSIDADE QUE ATRAVESSAM GERAÇÕES

 

PÁSCOA UCRANIANA: TRADIÇÃO E RELIGIOSIDADE QUE ATRAVESSAM GERAÇÕES

No Sábado de Aleluia, véspera da Páscoa, uma multidão de mais de três mil pessoas passou pela Igreja São Josafat.
No longo período das 8h às 17h, fiéis da cidade inteira se dirigiram àquela construção de estilo bizantino. 
Na calçada que a circunda, formaram um cordão humano fervoroso que aguardava com cestas decoradas - e repletas de pães, ovos, carnes e outros itens - sua vez de receber do pároco a bênção para aqueles alimentos que seriam consumidos na ceia matinal do dia seguinte.
É dessa maneira incomum que os moradores da cidade de 50,6 mil habitantes vêm vivenciando a data cristã há mais de 100 anos. Na cidade, em torno de 70% da população descende de imigrantes ucranianos (ou ucraínos, como eles preferem dizer) que chegaram ao local no final do século XIX. 
Ao longo das décadas, a Igreja Católica local desempenhou papel fundamental na valorização e preservação das tradições.
Ainda hoje, a maior parte das missas é celebrada em ucraniano e a alimentação, os rituais e os símbolos típicos poucas alterações sofreram.
O prefeito de Prudentópolis, Adelmo Luiz Klosowski, acompanhado de sua esposa, Beatriz Aparecida Klosowski, participaram no sábado da bênção de alimentos, da celebração e prestigiou  a apresentação da Irmandade dos Cossacos.